Autoridades na Maçonaria Brasileira.
Documentos.
De uso.
Você está no local assinalado em vermelho.
Você está em: Grande Oriente do Brasil - Delegados no Paraná.
ALEXANDRE BUSQUET.

Delegado do Grande Oriente dos Benedictinos - De 07/1867 até 30/12/1872. Em 1869 ainda exercia o cargo ( Quadro das Officinas do Gr. Or. dos Benedictinos, 1869, pág. 7)

 
Exerce o cargo de Gr. Secr. Ger. Adj. do Grande Oriente do Brasil, no Vale dos Benedictinos.
( Bol. do Gr. Or. do Brasil - Benedictinos, 1866 pág. 11.)

Rápida biografia da personalidade de um dos fundadores da Loja Perseverança, o ilustre filho da França, notável cientista e médico humanitário que tantos serviços prestou com sua dedicaçào à humanidade, passando maior período de suas consultas a servir gratuitamente aos desvalidos da sorte.
Consta das crônicas em jornais da época de sua ação em Paranaguá, assegurando cura de diversas moléstias e só recebendo pagamento de seus trabalhos profissionais, se na verdade ficassem curados seus doentes.
Atestados de gratidão por curas extraordinárias, surgem em grande número nos orgãos de publicidade daquela época.
O Grande médico visitava todos os doentes que o procuravam, até os mais afastados dos meios de fácil transporte e não havia movimento filantrópico em seu tempo do qual não lhe coubesse a chefia.
Sua ação foi tão meritória e benfazeja durante muitos anos de sua residência nesta cidade que bem merecia qualquer modalidade de homenagem póstuma, no mundo profano.
Em sessão magna de 3 de dezembro de 1865, foi pelo Ir.`. Martins da Silva Guimarães, proposto o título de membro Honorário e Venerável honorário perpétuo da Perseverança, o Ven.`. Dr. Alexandre Bousquet, que ia se retirar da Província e por isso a Off.`. devia por qualquer forma testemunhar sua eterna gratidão pelos valiosos serviços prestados pelo homenageado. Foi por unanimidade aprovada a proposta.
Foi lida em sessão de 14 de julho de 1867 uma comunicação do novo Grão-Mestre Conselheiro Saldanha Marinho dando a conhecer ter sido um dos seus primeiros atos, nomear o Sap.`. Ir.`. Dr. Alexandre Bousquet para o cargo de Delegado do Grande Oriente junto às Off.`. da Províncias: diante deste fato foi consagrado o primeiro Delegado do Grande Oriente dos Benedictinos, no Paraná.
Em ata da sessão de 25 de julho de 1867 em sessão de eleição foi lido um diploma da Aug.`. Off.`."Igualdade e Beneficência" ao Val. do Rio de Janeiro, pelo qual nomeava seu membro honorário ao Sap.´. Ir.`. Dr. Alexandre Bousquet gr. 33. Nesta mesma sessão foi lido o diploma de Delegado do Grande Oriente dos Benedictinos, na Província do Paraná.
O Dr. Alexandre Bousquet chegou em Paranaguá aproximadamente pelo ano de 1858 porque no Comércio do Paraná de 12 de Janeiro de 1862 consta sua despedida de Paranaguá após uma estadia de quatro anos. Retirou-se em companhia de sua esposa D. Carolina e demais pessoas da família, nessa ocasião para a cidade de Iguape onde residiu por pouco tempo porque no mesmo órgão verifica-se a notícia de sua volta à Paranaguá.
Em setembro de 1863 lê-se também a sua nomeação para o cargo de Vice-consul da França no Paraná. Residiu em Castro, Paranaguá, Iguape e Morretes, exercera também as funções de médico, operador e parteiro, na enfermaria e hospital provisório de Ribeirão em Alexandra. Debelou a epidemia da varíola, bexiga e tosse comprida que havia se manifestado no litoral com virulência assustadora.
Em 16 de janeiro de 1864 o Comercio do Paraná publicou o seguinte: - CARIDADE - O Dr. Alexandre Bousquet, médico dos pobres, sempre incansável como é para o que toca a filantropia e caridade, acaba de obter da Associação Dramática, um espetáculo em benefício das viúvas e órfãos vítimas desvalidas da epidemia de varíola. Esperamos que nossos concidadãos se prestarão a concorrer para um fim tão nobre como piedoso."
Duas outra notícias transcrevo porque foram assinadas pelo próprio Dr. Bousquet e demonstram a sua grande capacidade de cientista e médico.

NOVO AGENTE ANESTESICO.

O cloroformio até hoje empregado depois de ter sucedido ao éter como anestésico nas operações cirurgicas é ainda de alto preço e muitas vezes não o há em muitas localidades da província.
Lembrei-me ultimamente do querozene purificado, como substituto do cloroformio e depois de numerosas experiências posso esseverar a meus colegas que o querozene que nos serve de combustível na iluminação moderna de nossas salas é muito mais agradavel na inhalação que o éter e cloroformio, tendo sobre estas duas últimas uma vantagem sensível. Basta algumas inhalações de querozene puro para demonstrar a sua eficácia como anestésico. O seu uso não causa as dores de cabeça nem vertigens, nem outros sintomas incomodos, superior nisso ao cloroformio e totalmente livre de perigo. Tendo feito entre outras experiências aspirar vapores desse novo agente por uma senhora jovem doente e muito débil, sobreveio em breve tempo uma completa isensibilidade com diminuiçào do volume do pulso; acordada declarou-nos essa doente, ter achado esse estado muito agradavel e não lhe ter ficado nem tonturas, nem cefalgia.
As inhalações do querozene puro devem como as do cloroformio, ser misturadas de ar livre. A enorme diferença de preços entre o querozene que custa aqui 1$000 a garrafa, e o cloroformio que além de raro custa de 7 a 8$000 a onça. Basta creio para chamar sobre essa substância a atenção e às experiências de meus habeis e inteligentes colegas do Paraná.


Pguá, 18 de junho de 1863.

as. ) Alexandre Bousquet

CURA RADICAL DO BRONCHOCEFALO.

O Dr. Alexandre Bousquet de posse do novo e infalível método descoberto ultimamente na India pelos Drs. Hons e Macnamara, cura radicalmente as papeiras, seja qual for o seu volume ou antiguidade, com uma única aplicação externa do medicamento, sem operação e sem dor. O mesmo remédio é expecífico nas obtenções do baço e empregado do mesmo modo. Desejoso de beneficiar a humanidade de dar provas da eficácia desse novo método, pelo qual o Dr. Hons curou já 60 mil doentes achando um só caso rebelde e o Dr. Macnamara 23 mil. ( Vide anais da ciência médica na India ), O Dr. Bousquet não receberá honorários senão depois de efetuadas as curas. Pode também tratar por correspondência.


Pguá, 29 de maio de 1863.

as. ) Alexandre Bousquet

“Como ficam justificadas em pequena biografia as magnificas qualidades de tão ilustre personaldade, sua filantropica ação social, seu sacerdócio médico, sua inteligência e capacidade científica e sobretudo, sua laboriosa vida e perseverança nas realizações mais grandiosas no meio em que viveu.
Paranaguá muito deve ao ilustre filho da França que tantos serviços prestou a todos os habitantes do litoral, pois, ricos ou pobres sempre foram atendidos com carinho e capacidade profissional do grande Alexandre Bousquet, fundador da Loja Perseveraça, em 4 de junho de 1864, dia de sua instalação na Rua da Flores, atual Silva Lemos.
Aqui fica qual homenagem póstuma a mais viva demonstração de carinho, consideração e estima que serão sempre tributadas ao Dr. Bousquet que por certo será sempre luminoso em qualquer modalidade de imortalidade.”
( Do livro "Histórias da Maçonaria do Paraná" do Prof. e Ir. Dario Nogueira dos Santos.)

Ver mais A.R.